REFRIMAQ

REFRIMAQ

quinta-feira, 5 de março de 2020

PAI ATIRA NA CABEÇA DE FILHOS DE 3 E 4 ANOS, DEPOIS SE MATA POR NÃO ACEITAR SEPARAÇÃO


Homem que matou a filha de 4 anos, atirou contra o filho de 3 anos, que está em estado grave, e depois ser matou, em Canarana, cerca de 823 km ao leste de Cuiabá, mandou mensagens para a mãe das crianças afirmando que ia se vingar dela de “forma terrível”. Também mandou foto do revólver com o qual atirou nos filhos e tirou a própria vida.

Lucas Diniz da Silva, 27, saiu há poucos dias da prisão e, na ocasião, já prometeu se vingar da ex-mulher por ter sido denunciado por violência doméstica. Entretanto, nessa última segunda-feira (2), pediu para a ex para pegar os filhos. Afirmou que queria dormir com as crianças porque viajaria nesta terça-feira (3) para Água Boa. A mulher deixou.

Ao começar a receber as mensagens, a mãe das crianças imediatamente pediu ajuda à sua mãe, que acionou a Polícia Militar relatando a situação.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela PM, quando a equipe chegou próximo à casa, encontrou a avó das crianças aos prantos, pois tinha acabado de ouvir os disparos de arma de fogo. Ela afirmou que já tinha ido para o local porque previa “um mal maior”.

Os policiais, rapidamente entraram na residência, sendo que encontraram as duas crianças em cima da cama, com disparos de arma de fogo na cabeça. Entretanto, as duas ainda apresentavam sinais vitais. O homem, também com ferimento na cabeça, já estava aparentemente morto.

Os policiais, então, solicitaram a ambulância do hospital municipal, mas o motorista não estava no local. Os próprios policiais levaram as crianças para a unidade de saúde. A menina, no entanto, não resistiu aos ferimentos, e morreu no hospital. O menino, em estado grave, foi transferido para o hospital de Água Boa.

No local do crime foi apreendido um revólver calibre .38 com quatro munições, sendo três deflagradas e uma intacta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário