SIGA NATURAL

SIGA NATURAL

Comunidade Esperança

Comunidade Esperança

quarta-feira, 29 de maio de 2019

EM JAQUEIRA, PE - MULHER FOI PRESA POR TER ENCOMENDADO A MORTE DO MARIDO


Quatro pessoas foram presas acusadas da morte de um trabalhador da limpeza urbana do município de Jaqueira, na Mata Sul do estado, na tarde desta terça-feira (28). Um dos detidos foi a companheira da vítima, apontada como mandante do crime.

De acordo com informações colhidas no local, o homem, identificado como Edvaldo Dias dos Santos (idade não revelada), estava desaparecido desde a última quinta-feira (23). Depois de várias buscas nas imediações, o efetivo localizou o corpo enterrado em terras do engenho Bananal, na zona rural de Jaqueira.

As investigações do caso levaram a polícia a suspeitar da esposa, Cristiane de Oliveira Costa, como sendo a mandante do assassinato. Na segunda-feira (27), ela compareceu à delegacia da cidade para registrar o desaparecimento de seu companheiro. No depoimento, ela alegou, ao lado de um homem identificado como “Severino”, que colocou quatro homens para procurar seu esposo, mas sem sucesso.

Além disso, ela também apontou dois homens como responsáveis pelo desaparecimento, conhecidos como “Thiago” e “Neném”. Eles teriam tido problemas no passado com a vítima, por conta do roubo de dois porcos. Incomodados com as acusações de serem ladrões, eles teriam provocado o sumiço do funcionário da prefeitura.

Após a prisão dos suspeitos, ambos confessaram que mataram Edvaldo a facadas e enterraram o corpo dentro de um saco no engenho Bananal, na quinta-feira, mas que teriam agido a mando da esposa.

Thiago colaborou com as investigações e deu a localização dos restos mortais. Presa, a mulher decidiu revelar a verdade e disse que teria mandado matar o esposo por não suportar as agressões físicas de que seria vítima constante.

Severino também foi preso porque, segundo a polícia, foi o responsável por mandar o recado aos assassinos, com a promessa de receberem alguns porcos e uma égua pelo serviço.

Todos os envolvidos foram localizados e presos em Jaqueira. Eles serão transferidos para a 13ª Delegacia Seccional de Palmares, onde serão autuados em flagrante delito por homicídio e ficarão recolhidos em uma cela até a realização de uma audiência de custódia no fórum de Palmares.

O corpo foi desenterrado e conduzido ao Instituto de Medicina Legal de Caruaru, no Agreste.

Portal Nova Mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário