ERGO 30

ERGO 30

Comunidade Esperança

Comunidade Esperança

sábado, 18 de agosto de 2018

EM GLÓRIA DO GOITÁ, PE - PRESO FOI RESGATADO DE CARRO DO SISTEMA PENITENCIÁRIO


Um preso foi resgatado por bandidos, na madrugada dessa quinta-feira (16), no município de Glória do Goitá, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. O secretário de Justiça do estado, Pedro Eurico, informou que um veículo da Secretaria de Ressocialização de Pernambuco (Seres) que fazia o transporte de detentos foi interceptado por homens fortemente armados. 

Segundo a Seres, o veículo estava no trajeto entre o município de Vitória de Santo Antão e Limoeiro, também na Mata Norte do estado. Os detentos retornavam de uma audiência. De acordo com a PM, o resgate aconteceu na PE-50.

"A primeira informação que tivemos é que dez homens interceptaram o carro que vinha do [presídio Juiz] Plácido de Souza", explicou o secretário ao G1.

Ainda segundo a PM, os bandidos estavam armados e divididos em dois carros, dos modelos Fusion e Polo. A quadrilha rendeu os agentes penitenciários e levou apenas um dos três detentos que estavam no carro da Seres.

Não houve troca de tiros e ninguém ficou ferido. A quadrilha conseguiu fugir no sentido da BR-232. Horas depois, os veículos usados no resgate foram encontrados em Vitória de Santo Antão.

O preso resgatado foi identificado pela Seres como Geovane Barbosa Leite, de 33 anos. Ele cumpria pena por homicídio. "Isso é muito grave, mostra até que ponto chegam essas organizações criminosas", afirmou o secretário.

O Instituto de Criminalística (IC) foi acionado para realizar perícia no local. As Polícias Cvil e Militar investigam as circustâncias do crime. Segundo a PC, a Delegacia de Vitória de Santo Antão será responsável pela investigação, no sentido de identificar os integrantes da quadrilha.

De acordo com a Polícia Civil, se identificados, os bandidos deverão responder pelo crime de promover ou facilitar a fuga de pessoa legalmente presa, descrito no Artigo 351 do Código Penal Brasileiro. A pena para esse tipo de crime com o uso de arma de fogo e praticado por mais de uma pessoa varia de dois a seis anos de reclusão.

Nota

Por meio de nota, a Seres informou que as autoridades competentes foram acionadas para recapturar o detento resgatado. A secretaria também disse que abrirá um procedimento administrativo para apurar o caso.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário