ERGO 30

ERGO 30

Comunidade Esperança

Comunidade Esperança

segunda-feira, 28 de maio de 2018

DESPESAS DO DETRAN COM CAFEZINHO CUSTARAM R$ 4,5 MILHÕES AOS COFRES PÚBLICOS


O serviço de copa para o café é uma verdadeira “corrida maluca” de gastos públicos no Departamento de Trânsito do Distrito Federal, popularmente conhecido como Detran. Em 2011, o órgão abasteceu contratos de copeiragem, compra de café, açúcar e demais itens relacionados com R$ 201.835,13. A partir de então, não tirou o pé do acelerador, chegando ao empenho de R$ 836.636,04 em 2018. Ao longo de todo esse trajeto, o cafezinho consumiu, aproximadamente, R$ 4,5 milhões dos cofres públicos.

O Sistema Integrado de Gestão Governamental (Siggo) registrou um traçado dessa corrida, analisando os contratos de “serviço de copa e cozinha”, “gêneros de alimentação” e “material de copa e cozinha”. Um detalhe curioso é que o último item não aparece no execício de 2018. Percentualmente, é um crescimento 314% no período. Na matemática clara, para o Detran, a conta do café ficou quatro vezes mais salgada.

A proporção do crescimento da fatura desperta a atenção, principalmente perante a grave crise financeira sobre as costas do Brasil e os dos ombros de Brasília. O tamanho do gasto também entra em rota de colisão com o discurso de austeridade do governo Rollemberg (PSB). Afinal, faltaram recursos para saúde, educação, segurança e até mesmo para os reajustes dos servidores públicos. Mas, no caso do Detran, não faltou para o café.

R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário