ERGO 30

ERGO 30

Comunidade Esperança

Comunidade Esperança

sexta-feira, 20 de abril de 2018

EM LAJEDO, PE - ADOLESCENTE ENVOLVIDO NA MORTE DE "PARAÍBA" FOI PRESO POR POLICIAIS CIVIC E MILITAR

Um dos elementos que assassinou José Adelson Araújo, vulgo Paraíba, de 56 anos, proprietário de um bar em fevereiro deste ano em Lajedo, no Agreste pernambucano, foi apreendido na manhã desta quarta-feira (18), durante o cumprimento de um Mandado de Busca e Apreensão, pelas policiais civil e militar.

A operação foi coordenada pelo Delegado Helianthus Bezerra, o adolescente de 17 anos foi levado para a delegacia de onde foi recolhido para a Funase de Garanhuns.

Na noite do crime, a vítima estava em seu bar com alguns clientes, quando três elementos invadiram o local, anunciaram o assalto e a vítima reagiu sendo assassinado e um cliente baleado.

Relembre o caso:

EM LAJEDO, PE - DONO DE BAR É ASSASSINADO E OUTRO FICA FERIDO NO LOTEAMENTO PRATA

A polícia militar registrou mais um homicídio na cidade de Lajedo, no Agreste de Pernambuco, na noite dessa sexta-feira (09/02), no loteamento da Prata, zona rural da cidade. O crime aconteceu por volta das 21h, em frente a um bar, conhecido como “Bar do Paraíba”, e a vítima fatal foi o proprietário do bar. 


De acordo com informações policiais, três elementos chegaram ao bar e anunciaram o assalto, em seguida já foram atirando contra o proprietário e uma outra pessoal que estava no momento. José Adelson de Araújo, comerciante, mas conhecido por “Paraíba” não resistiu os ferimentos e morreu no local, já a outra vítima Adriano de Araújo Barros, 26 anos, foi baleado e socorrido pelo SAMU para o Hospital Maria da Penha e em seguida transferido para o Hospital da Restauração, no Recife. Até o momento não se tem informações sobre o estado de saúde dele.
 
Nenhum morador da localidade soube informar como no certo o crime aconteceu, apenas que ouviram os tiros e em seguida os elementos fugindo a pé. A polícia militar esteve no local e insolou a área até a chegada da polícia civil que realizou o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo para o Instituto de Medicina Legal (IML), de Caruaru. A polícia civil está investigando o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário