ERGO 30

ERGO 30

terça-feira, 10 de outubro de 2017

EX-PRESIDIÁRIO, MONITORADO POR TORNOZELEIRA ELETRÔNICA, É ASSASSINADO DENTRO DE BAR EM BATATEIRAS

Um ex-presidiário de 32 anos, monitorado pelo sistema de tornozeleira eletrônica, foi morto a tiros dentro de um bar no distrito de Batateiras, pertencente ao município de Belém de Maria, na Mata Sul do estado, na noite de sábado (07/10). A vítima é suspeita da prática de alguns homicídios na região.

A Polícia Militar foi informada de que a vítima estaria descumprindo as regras do salvo conduto emitido pela Justiça, que a proibia de frequentar locais públicos enquanto estivesse monitorada por tornozeleira eletrônica. Após seguir em diligências até o distrito para recolher o ex-presidiário, a polícia já encontrou o homem sem vida dentro de um bar, com marcas de tiros na cabeça.

Testemunhas do crime afirmaram que ele ingeria bebida alcoólica no estabelecimento quando um indivíduo encapuzado chegou numa moto e, em posse de uma arma (possivelmente calibre 12), disparou na cabeça da vítima, que morreu na hora. Ninguém soube informar a identidade do suspeito, nem a direção exata por onde seguiu em fuga.

O ex-presidiário era considerado perigoso e suspeito da prática de alguns homicídios, o que pode ter relação direta com o seu assassinato. A Polícia Civil isolou a área, realizou o levantamento cadavérico e encaminhou o corpo ao IML de Caruaru, no Agreste.

PESCADOR MORTO A FACADAS

Já no engenho Regalia, na zona rural de Barreiros, Litoral Sul pernambucano, a Polícia civil registrou o homicídio de um morador da localidade, atingido por várias facadas nas costas dentro de casa. Segundo testemunhas, a vítima, um pescador de 33 anos, estava em seu endereço no momento em que um homem desconhecido, em posse de uma faca, atacou-o pelas costas com vários golpes.

O crime aconteceu por volta das 03h da madrugada. O esfaqueado ainda tentou fugir do algoz por um canavial, mas não resistiu aos ferimentos. O corpo foi periciado e encaminhado ao IML de Recife, na capital pernambucana. O suspeito está foragido.

Nova Mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário