ERGO 30

ERGO 30

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

A CADA HORA, 4 DENÚNCIAS DE AGRESSÃO CONTRA A MULHER SÃO REGISTRADAS EM PE

Por dia, em média, 87 denúncias de violência doméstica ou familiar são registradas em delegacias de Pernambuco. Isso significa, aproximadamente, quatro queixas por hora. Os dados são da Secretaria de Defesa Social (SDS). Nessa segunda-feira (7), a Polícia Civil deu início a uma ação para celebrar os 11 anos da Lei Maria da Penha.

Um ônibus vai percorrer alguns municípios do Estado, durante o mês de agosto, para orientar as mulheres sobre as medidas de proteção da Lei. “Muitas mulheres continuam com medo de denunciar a violência que sofrem. Mas as estatísticas comprovam que as mulheres que procuram proteção, não morrem”, afirma a titular da Delegacia de Polícia da Mulher, Gleide Ângelo.

Em casos de urgência, a lei preconiza que o delegado tem 48 horas para encaminhar o pedido de proteção à Justiça. E o juiz passa a ter o prazo de igual período – 48 horas – para deferir ou não. Isso significa que em um curto período de tempo, o agressor é obrigado a sair de casa e se distanciar da vítima.

Somente no primeiro semestre deste ano, mais de 15 mil denúncias de violência foram registradas em Pernambuco. O número poderia ser muito maior, mas falta ainda conhecimento sobre a lei e também mais campanhas para encorajar as mulheres. Um dos problemas ainda é a falta de delegacias especializadas. Em Jaboatão dos Guararapes, por exemplo, a Delegacia da Mulher não funciona nos finais de semana nem à noite por falta de efetivo policial. O problema já foi denunciado pela reportagem.

JC

Nenhum comentário:

Postar um comentário