ERGO 30

ERGO 30

terça-feira, 2 de maio de 2017

NA MATA SUL, PE - LOCUTOR É ASSASSINADO COM TRÊS FACADAS EM XEXÉU.


Um locutor foi assassinado com três facadas no pescoço no município de Xexéu, na Mata Sul pernambucana, na noite de domingo (30/04). O crime aconteceu no bairro Alto da Capela, por volta das 21h30. O principal suspeito do crime está foragido.

De acordo com informações, Wiliton Zamir Bispo Ferreira, 44, figura conhecida da população xexeuense, foi atingido por três golpes violentos de faca de serra na região do pescoço durante uma discussão. O principal suspeito é Cícero Fernando, 42, ex-chefe da Guarda Municipal de Maragogi, Litoral Norte de Alagoas, e amigo pessoal do locutor. 

Em entrevista exclusiva, a esposa do acusado disse que Zamir foi flagrado pelo marido masturbando-se para a filha do casal, de apenas dois anos, o que gerou uma forte discussão entre ambos. Ainda segundo a companheira, Cícero Fernando já teria entrado em contato com ela e afirmado que não tem a intenção de ficar foragido e, após terminado o período de flagrante, deve se entregar imediatamente à polícia.
Conforme relatado por populares, para tentar salvar sua vida, Zamir tentou correr com uma das mãos algemadas, mas, em virtude dos ferimentos, caiu ensanguentado no chão da rua. Ainda segundo testemunhas, o acusado teria ligado o motor do próprio carro para passar por cima da vítima caída no asfalto, mas o veículo apresentou um problema mecânico e não saiu do lugar. Assustado, o suspeito fugiu do local para não ser preso. Pela manhã, entretanto, o carro foi completamente carbonizado pela população.

Moradores da localidade tentaram socorrer Zamir para o Hospital Regional dos Palmares, mas ele veio a óbito ao dar entrada na unidade de saúde. Antes de morrer, porém, ele apontou o Cícero Fernando como o responsável pelos golpes no pescoço. Há indícios de que o crime tenha contado com a participação de mais dois elementos ainda não identificados. As autoridades policiais estão em diligência nesse momento com o intuito de localizar e prender todos os envolvidos no assassinato.

Conhecidos disseram à polícia que Zamir e Fernando tinham uma amizade de longa data e costumavam visitar-se mutuamente. O corpo foi periciado pela equipe criminalística e encaminhado ao Instituto de Medicina Legal de Caruaru, no Agreste.

Nova Mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário