ERGO 30

ERGO 30

terça-feira, 25 de abril de 2017

BANDIDO ARMADO INVADE ESCOLA DE SANTA CRUZ E FAZ ARRASTÃO

Nessa segunda-feira (24) um arrastão foi praticado por um bandido dentro de uma escola estadual de Santa Cruz do Capibaribe, mais precisamente na Escola Profa. Maria Lúcia Alves.

De acordo com informações fornecidas por professores e pela direção, por volta das 14h, o criminoso ainda não identificado pulou o muro e, armado com uma espingarda de grosso calibre (possivelmente artesanal) se dirigiu a uma das salas que fica na parte de trás do bloco principal.

Vários alunos que estavam em aula tiveram aparelhos celulares e outros pertences tomados. Um princípio de tumulto se instalou na escola, onde professores das demais salas e da direção, assim que perceberam a ação criminosa, conseguiram isolar os demais estudantes tanto nas salas do bloco principal, como nas outras duas vizinhas onde o crime teria acontecido.

Com a fuga do criminoso, a Polícia Militar foi acionada e se dirigiu ao local. Os mais de 300 estudantes do turno da tarde foram então liberados para os pais, responsáveis e também para os ônibus que fazem o transporte dos mesmos.

Falta de segurança põe alunos e professores em risco quase que diário

Um outro fato que pode ser destacado é que a insegurança é um cenário frequente, seja dentro ou do lado de fora da escola. Ainda de acordo com a direção, alunos e professores já teriam sido vítimas de assaltos nos últimos meses na frente e, principalmente, nos arredores da instituição.

Pelo menos, quatro ofícios que solicitam mais rondas e policiamento as autoridades competentes e ao Governo do Estado foram apresentados a nossa equipe de reportagem, mas que, segundo a direção, até agora nada foi feito.

Vale destacar que outras escolas públicas no município já foram vítimas de arrastões. Um desses casos foi na Escola de Referência Luiz Alves, onde um criminoso armado rendeu alunos e professores, também levando celulares e outros pertences.

No Maria Lúcia, mais de 300 alunos (grande maioria composto por adolescentes) estavam em salas de aula no momento do crime.

Ney Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário