ERGO 30

ERGO 30

quarta-feira, 1 de março de 2017

RELATÓRIO DO MEC SOBRE FACULDADES IRREGULARES SERÁ APRESENTADO DIA 6 NA ALEPE


O deputado estadual Rodrigo Novaes (PSD), presidente da CPI das Faculdades Irregulares da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), informou que no próximo dia 6 será apresentado, em audiência pública da Comissão de Educação da Casa, o relatório do Ministério da Educação sobre as instituições investigadas. O colegiado recomendou o indiciamento de 14 faculdades e 19 pessoas.

Segundo Novaes, o parecer mostra que 1.313 pessoas receberam diplomas da Fundação de Emsino superior de Olinda (Funeso) sem que tenha havido registro de presença em sala de aula. Na Faculdade de Desenvolvimento e Integração Regional (Fadire), foram mais 31.

"Vamos mostrar para a sociedade as instituições que estão lesando os estudantes pernambucanos", afirmou o deputado.

As principais irregularidades apontadas pela comissão, ao investigar as faculdades, foram o oferecimento de cursos de extensão sob forma aparente de graduação e o comércio de diplomas. Entre os crimes apontados pelo colegiado estão propaganda enganosa, sonegação fiscal, falsidade ideológica, estelionato e associação criminosa.

"Tivemos cidadãos que foram enganados, ao receberem certificados de cursos que não são reconhecidos por conselhos profissionais", salientou o presidente da CPI das Faculdades Irregulares. "Vamos continuar cobrando ao MEC e ao Ministério Público Federal que consigam extirpar esse mal. Também sugerimos a criação de uma CPI no Congresso Nacional sobre o assunto". 

Blog do Jamildo

Nenhum comentário:

Postar um comentário