ERGO 30

ERGO 30

quarta-feira, 15 de março de 2017

DELEGACIA DE MEIO AMBIENTE VAI INVESTIGAR HOMICÍDIOS EM PERNAMBUCO, PARA BARRAR A VIOLÊNCIA.

Assombrados com o fantasma do aumento desenfreado dos homicídios em Pernambuco, gestores da cúpula da Secretaria de Defesa Social (SDS) montaram um novo esquema para investigação de crimes contra a vida. A partir de agora, não serão apenas as delegacias especializadas em homicídios que vão apurar esse tipo de crime. Até a Delegacia de Polícia do Meio Ambiente vai ser responsável por inquéritos de assassinatos.

As mudanças devem começar a valer ainda nesta semana. As delegacias especializadas em homicídios ficarão apenas com os casos mais complexos e registrados entre 2016 e 2017. Mortes relacionadas a crimes de proximidades (aqueles que envolvem familiares, amigos, vizinhos) devem ser distribuídos para as delegacias dos distritos (antes responsáveis apenas por investigar crimes como roubos, furtos e outros delitos de menor gravidade).

Já outras especializadas, como a Delegacia do Idoso e a Delegacia do Meio Ambiente, vão receber inquéritos de homicídios mais antigos e ainda não esclarecidos pela polícia.

Somente em janeiro foram registrados 479 assassinatos no Estado. O balanço de fevereiro será divulgado nesta quarta-feira (15) pela Secretaria de Defesa Social. Especula-se que foram contabilizadas pelo menos mais 500 mortes no último mês. Se for confirmado esse resultado, novamente o Estado terá registrado recorde de crimes contra a vida pelo terceiro mês consecutivo.

Mais mudanças na segurança: O delegado especial Antônio Barros, que deixou o cargo de chefe da Polícia Civil de Pernambuco no mês passado, foi anunciado como gestor do Departamento de Repressão ao Narcotráfico (Denarc) no Estado. O novo desafio faz parte do pacote de mudanças adotadas pela Secretaria de Defesa Social (SDS) para tentar frear o aumento da violência, reforçando as investigações de homicídios e de repressão às quadrilhas especializadas em tráfico de drogas.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) também ganhou um novo gestor. O delegado Ivaldo Pereira assumiu o desafio. Foi a segunda mudança de titular na especializada apenas neste ano.

Ronda JC

Nenhum comentário:

Postar um comentário