quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

PREÇO DA GASOLINA ABRE O ANO EM DISPARADA

Os preços dos combustíveis abriram o ano em disparada. Sob a alegação de que houve reajustes nas distribuidoras, os postos pesaram a mão e já estão vendendo o litro da gasolina entre R$ 3,60 e R$ 3,93. Há dois meses, era possível encontrar o derivado do petróleo por R$ 3,23. Quem optar pela gasolina aditivada pagará até R$ 4,11.

Além dos aumentos impostos pelas distribuidoras, os donos de postos estão atribuindo a alta de preços ao reajuste do salário mínimo, já que muitos funcionários têm os rendimentos atrelados ao piso salarial, e à elevação do etanol. Os consumidores estão indignados.

As bombas começaram a ser reajustadas na última segunda-feira, mas os aumentos se aceleraram de ontem para hoje. Muita gente que retornou ao trabalho depois das festas de fim de ano levou um susto.

O pior é que, segundo os donos de postos, os preços podem subir ainda mais nos próximos dias já que a Petrobras sinalizou no reajustes nas refinarias, por causa da alta do petróleo no exterior. De acordo com o presidente da estatal, Pedro Parente, não há mais congelamento de preços de combustíveis no país. Eles variam conforme o mercado internacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário