ERGO 30

ERGO 30

quinta-feira, 24 de novembro de 2016

POLÍCIA CIVIL PRENDE QUADRILHA ESPECIALIZADA EM ROUBOS, TRÁFICO E HOMICÍDIOS EM PE E AL


A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na madrugada dessa quarta-feira (23/11), em São José da Coroa Grande, a operação “Corôa”, cujo objetivo central foi dar cumprimento a 20 (vinte) mandados de prisão e 09 (nove) de busca e apreensão contra uma quadrilha especializada em roubos, homicídio e tráfico de drogas na Mata Sul, Agreste e Litoral Sul de Pernambuco, bem como um município do Litoral Norte de Alagoas. Armas e material químico utilizados na produção de entorpecentes estavam em posse dos elementos.

A operação teve início por volta das 03h, sob o comando do delegado Franklin Soriano, titular da delegacia de São José da coroa Grande, e contou com pelo menos 60 policiais. Esta é a 28º operação de repressão ao crime da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco. De acordo com o delegado, a quadrilha cobria uma área de atuação criminosa, que abrangia desde os municípios pernambucanos de São José, Barreiros, Maraial e Caruaru, até atividades ilícitas comprovadas em Porto Calvo, no Litoral Norte de Alagoas. Entre os crimes imputados há assaltos, tráfico de entorpecentes e homicídios.

- “Os alvos dessa operação eram suspeitos ligados a duas facções criminosas, lideradas pelos elementos ‘Moure’, que se encontra encarcerado no presídio de Palmares e também o ‘Walmiran’. Os dois comandam o tráfico em algumas localidades do município e brigam pelo controle da venda de entorpecentes.”, disse.

PRESOS E MATERIAL APREENDIDO

Ao todo foram presas oito pessoas, quatro das quais são menores de idade. De acordo com a apuração das investigações, o grupo se dividia em pelo menos duas facções criminosas: a do elemento conhecido como “Moure”, que se encontra preso no presídio Rorinildo da Rocha Leão, em Palmares, e a do “Walmiran”. Ambos disputam o controle do tráfico de drogas na região.
Entre o material apreendido havia 01 (uma) garrucha calibre 38, 01 (uma) espingarda calibre 12 e 01 (um) litro de clorofórmio, substância utilizada em fabricações de "Loló", além de 02 (dois) aparelhos celulares. Os menores serão conduzidos à CENIP (Centro de Internação Provisória) de Caruaru, no Agreste. Os maiores, por sua vez, serão divididos entre o presídio de Palmares e a Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, em Recife.

Nova mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário