ERGO 30

ERGO 30

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

BANDIDOS EXPLODEM CAIXA ELETRÔNICO EM PRÉDIO NA CAPITAL DO ESTADO

A ousadia dos assaltantes que explodem caixas eletrônicos em Pernambuco não tem limites. Na madrugada dessa terça-feira (2), ladrões explodiram um terminal de autoatendimento no prédio da Procuradoria Regional da Fazenda Nacional da 5ª Região. O imóvel fica localizado na Avenida Agamenon Magalhães, no Espinheiro, Zona Norte do no Recife.

De acordo com o 13º Batalhão da Polícia Militar de Pernambuco, a investida ocorreu às 4h30. Moradores da região informaram que houve um barulho muito forte. E, em seguida, foi possível ouvir uma sequencia de tiros, inclusive de armas de grosso calibre, como metralhadoras e fuzis. No local, foram encontradas várias cápsulas.

A explosão provocou muitos danos. Na fachada do edifício da Procuradoria Regional, os vidros ficaram quebrados. Parte do gesso do teto caiu.Também houve destruição das vidraças da guarita. No prédio, trabalham servidores públicos federais que atuam nas cobranças de dívidas que pessoas e empresas contraíram com a União.

Na fuga, os bandidos atiraram em policiais que estavam passando pela Agamenon Magalhães. No chão, havia muitas cápsulas de balas. Foram pelo menos sete minutos de muita confusão na área.

Depois da ação dos bandidos, houve pânico na região. Duas motos bateram no viaduto da Avenida João de Barros. Uma delas bateu na mureta de proteção e caiu. o piloto, que ficou ferido, foi levado a um hospital da capital pernambucana. O elevado ficou interditado até o início da manhã.

Um dos carros usados pelos bandidos foi abandonado na Rua do Cupim, nas Graças, também na Zona Norte do Recife.

Policiais militares foram para o local. A pista local da Agamenon, no sentido Olinda-Boa Viagem, está interditada. O trânsito na área é intenso. Motoristas devem ficar atentos ao engarrafamento, que aumenta a cada minuto.

Para tentar amenizar o problema, a Companhia de Trânsito e Transportes Urbanos do Recife (CTTU) mobilizou duas duplas de orientadores e uma viatura.

A Polícia Federal chegou ao prédio para fazer a perícia. Como o imóvel é de um órgão público da União, caberá aos agentes federais a tarefa de fazer as investigações.

De acordo com peritos do Instituto de Criminalística, da Polícia Científica de Pernambuco, o cenário no local é de destruição. Havia cédulas espalhadas perto do caixa que foi explodido.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário